NOVIDADES
Domingo - 14/11/2010 Nunca é Tarde para aprender

Nunca é Tarde para aprender

Você sabe bem o quanto é importante saber ler? Já imaginou como seria não saber ler ou escrever?

Segundo o IBGE existem mais de 14 milhões de analfabetos no Brasil. O analfabetismo a falta de domínio da leitura e da escrita ou o uso precário dessas habilidades reduz as possibilidades de desenvolvimento e da inclusão social. É importante lembrar que a educação de jovens e adultos está tendo uma preocupação maior atualmente.

Há poucos anos na escola de Vila Regência, que era só ensino fundamental começou A Educação para Jovens e Adultos (EJA) é uma forma de ensino da rede pública no Brasil, com o objetivo de desenvolver o ensino fundamental e médio com qualidade, para as pessoas que não possuem idade escolar e oportunidade.

Na Vila podemos encontrar um grande numero de Jovens e adultos analfabetos. Não conhecemos ao certo as razões que os afastaram do ensino escolar, mas sabemos que sentiam falta de saber ler e escrever numa sociedade em que estes atos são cobrados constantemente e que fizeram freqüentar novamente à escola. Eles queriam recuperar o tempo que ficou para trás, então abraçarão essa oportunidade com as duas mãos, ato quem mudará a vida de muitos! Veja a seguir um depoimento de um casal de estudante já de idade que faz a EJA na escola:

 

A historia da Dona Mariusa e muito parecida com de muitas mulheres que não teve oportunidade de se alfabetizar, mas o caso dela é especial porque ela tinha força de vontade.

 Ela me conta que sentia muito prejudicada ao tentar pegar um simples ônibus, para  identificar uma placa e assinar um documento sempre precisava da ajuda de outros e isso a deixava com vergonha. Dana Mariusa depois que conheceu umas senhoras que sabiam a ler e a escreve foi ai que ela viu que ainda dava tempo de aprender, então tratou de correr logo para a sala de aula.

E aos 38 anos senta pela primeira vez na carteira de uma sala de aula e os olhos dela brilham quando fala que pretende continuar até se forma, e completa - ESTUDAR É BOM!!

E ela termina o seu depoimento falando para os jovens de hoje abraçar a oportunidades que eles estão tendo de estuda, porque antigamente era muito difícil e pede para eles agradecerem a Deus por estarem tendo essa oportunidade.

 

Já o caso do senhor Maureth Lourenço de 62 anos, chegou a frequentar a escola ate seus 9 anos de idade depois teve que larga os estudos para ajudar a família e foi aprendendo com o mundo.

Ele fala que no tempo que ele era mais moço não se sentia muito excluído por não te sido literalmente alfabetizado, mas agora nos dias atuais e ele é muito cobrado.

Conta também que sempre teve vontade de estudar, mas como ele morava a 17 km longe da escola não tinha condições, até tentava vim de moto, mas era muito perigoso e cansativo.

“Graças a Deus” como diz ele disponibilizaram o transporte escolar e desde então ele volta a freguentar a escola e aos 62 anos cursa a 4º etapa do 1ª segmento da EJA pretende terminar os estudos.

O senhor Maureth e Dona Mariusa são dois exemplos de vida que apesar da dificuldade, dos obstáculos não desistiram de lutar pelo seus ideais, pelo contrario correram atrás dos seus objetivos.

E que vocês possam refletir através desses exemplos de vida sobre a importância da alfabetização na inclusão social brasileira.

O senhor Maureth e Dona Mariusa

© 2010. Todos os direitos reservados. Melhor visualização em resolução 1024x768 pixels