NOVIDADES
Domingo - 17/10/2017 Poema de Abdon Claudino : EM BUSCA DO VELHO FAROL
 

                             EM BUSCA DO VELHO FAROL

 

Saímos da casa do congo em busca                                                              

do velho farol, o ganzá repenicava                                                                      

o tambor me recordava tudo o que aconteceu                                     

Fomos fazer uma homenagem                     

Bem em frente do museu.

 

Lá estava o prefeito e senhor Ivan Salvador

E não podia faltar Bezerra, o professor.

E estava ali toda equipe

Mostrando o seu valor, encontrei com

Um poeta que veio lá do nordeste

Eu pensei comigo mesmo

Vem vindo cabra da peste.

 

Mais parece que naquela hora,

Estávamos no infinito porque a nossa amizade

Foi no congo São Benedito

Eu fiquei muito feliz e com grande emoção

Quando encontra os dois poetas

A maior satisfação.

 

Quem nasce com esse dom

Só tem que agradecer, tem que pegar uma caneta

E começar escrever, dois poetas são irmãos

Nós só temos que compreender.

 

Aqui vou terminando, Jesus ilumina nosso caminho

Na estrada longa da vida, sempre

Tem algum espinho.

 

Autor:Abdon Claudino 

© 2010. Todos os direitos reservados. Melhor visualização em resolução 1024x768 pixels